Crise Momento de Recolhimento

Tempo de leitura: 7 minutos

Você está se sentindo triste, inconformado, sem chão nesse momento de crise, nesse momento de recolhimento, onde todos temos de ficar dentro de casa?
É importante para a saúde de todos nós seres humanos nos mantermos dentro de nossas casas e saindo apenas se muito necessário.

Crise Momento de Recolhimento

O recolhimento é importante para proteger nossa saúde e a saúde de toda a nossa família.

Mas entendemos que na crise haverá momentos de dor, de desconforto, de medo, até mesmo um momento de raiva, aquele momento que você vai ficar puto de raiva mesmo.

Porque você é humano e não está acostumado a viver dessa forma isolado, parado, sem ter a liberdade de sair a hora que desejar.

Você estava acostumado a se reunir com os amigos e com a família sempre que dava vontade. Agora isso não é mais a sua realidade e nesse exato momento você pira.

Fica totalmente perdido, sem controle e é nesse momento que mesmo sem perceber você está entrando para um desequilíbrio emocional.

Entender como funciona as suas emoções é algo grandioso para que assim você possa gerenciar, controlar, organizar os seus estados emocionais e não perca totalmente o controle de si mesmo.

Ter o controle da sua mente em momentos de crise te faz uma pessoa mais saudável, exatamente porque você saberá quando está em estado de alerta, em estado de felicidade ou em estado de total desequilíbrio.

Para gerenciar suas emoções é importante que você compreenda que existe 7 chaves poderosas que você precisa conhecer e dominar para ter sucesso nesse controle.

As 7 chaves importantes para gerenciamento de suas emoções são perguntas, isso mesmo, perguntas poderosas que você deve se aplicar e responder com absoluta verdade.

Seguindo aqui com a primeira chave:

A primeira chave é: Entenda os seus ativadores emocionais.

Entender seus ativadores é basicamente prestar atenção as sensações, as palavras, os gestos e tudo o que possa estar trazendo um desconforto para você.

Exemplos de ativadores emocionais: raiva, medo, mágoa, etc.

Quando aprendemos a prestar atenção nesses ativadores, passamos a vigiar mais e sempre que eles aparecem, logo reconhecemos em nosso corpo as sensações que eles trazem e então de forma muito mais consciente tomamos as decisões de dá uma freada.

Você deve a partir de agora prestar mais atenção nesses seus ativadores para evitar de entrar em desequilíbrio emocional.

A segunda chave é: Ressignifique as emoções negativas. Ressignificar é dá outro sentido para algo que já aconteceu, não importa se você foi o causador ou quem tenha sido o causador, porém se isso lhe feriu, lhe fez sentir dor, é hora de ressignificar.

Use essa resignificação para entender qual lição você pode aproveitar desse acontecimento, qual lição, qual ensinamento você pode tirar disso.

E em relação a esse momento que estamos vivendo de crise, aplique a ressignificação e perceba o que está aprendendo exatamente nesse momento, qual lição?

A terceira chave é: Encare suas dores emocionais. Todo mundo sabe como é difícil encarar uma dor, como é desgastante se refazer, aceitar, continuar a vida depois de uma grande dor.

Mas, é preciso. Você só continuará avançando em prol de realizações se aprender enfrentar a sua dor. A dor nesse momento pode está sendo o desemprego, a falta de recursos, a perda de um ente querido, não sei qual é a sua dor, mas sei que é preciso enfrentar.

Olhe a sua dor de frente, se determine a seguir, se desafie, se mostre capaz de superar, acredite mais em você mesmo.

Vamos continuar entregando as chaves para você se fortalecer na crise

A quarta chave é: Racionalize cada vez mais. racionalizar quer dizer perceber, compreender, analisar e tentar encontrar a solução.

É claro que dá trabalho encontrar solução, mas é preciso que você se disponha a ser o seu próprio herói, encontre saída, se fortaleça seja racional com o que vê, com o que sente, se encoraje, enfrente seus medos, se desafie.

A solução pode estar na sua frente, mas se você não for esperto, ágil, perceptivo poderá perder as oportunidades de resolver da melhor forma os seus problemas.

Veja oportunidade nas dificuldades, encontre saída de forma racional, precisa, consciente.

 

A quinta chave é: Escolha ver a solução dos problemas. Você pode ficar dias, meses, anos afundado nos problemas, se sentindo vítima, incapaz, infeliz, derrotado.

A outra escolha é perceber a solução para os problemas, seguir as ideias, os caminhos que já foram trilhados por outras pessoas que venceram problemas iguais ou parecidos com os seus te servirá de norte.

Prestar atenção as suas intuições, pois na maioria das vezes a solução vêm de dentro, na nossa mente está as soluções, basta que prestemos atenção.

Viva mais conectado com a sua essência e encontrará as respostas e as soluções para as suas dificuldades, para os seus problemas.

A sexta chave é: Aprenda com cada emoção. Se nesse exato momento você percebe que a sua emoção é o medo, então aprenda com esse medo, perceba o que ele causa em você, no seu corpo, como ficam suas pernas, seus braços, seu coração, a sua respiração, quando você sente medo?

Percebendo todos os efeitos que o medo causa em você, certamente você saberá reconhecer quando ele está se aproximando de novo, em outros momentos. Essa é uma forma de controlar, reprogramar, assumir o controle dessa emoção.

Já consegue entender que é possível identificar as emoções reconhecendo seus efeitos?

Quando está sentindo raiva por exemplo irá identificar que seu corpo fica mais enrijecido, seus braços e suas mãos ficam mais quentes, o rosto fica avermelhado e isso se dá porque a raiva leva você a ficar violento.

Como você conhece os sintomas, fica mais fácil controlar essa emoção, e aproveitar para liberar ela de uma vez por todas.

A Louise Hay nos ensina em seu livro que podemos curar o nosso corpo que devemos soltar as emoções que nos leva às doenças.

Uma boa prática ao sentir raiva é tensionar o corpo inteiro e em seguida soltar de vez como se soprasse para longe através da boca.

Além de soprar fortemente o ar, solte também os braços, as pernas e o corpo, relaxe e dê adeus a raiva.

Crise Momento de Recolhimento

A sétima chave é: Projete mentalmente seu equilíbrio. Usamos em PNL a criação e visualização mental do nosso objetivo, do nosso desejo, do nosso sonho e é grandioso esse exercício.

Aqui abaixo eu deixarei o passo à passo para você experienciar.

É muito importante que você compreenda que é preciso aprender a meditar, respirar e projetar seu futuro através de visualização mental.

Faça da seguinte forma: Sente-se confortavelmente, feche os seus olhos, inspire e expire por 4 vezes de forma lenta e precisa. Sinta seu corpo ficando leve e tranquilo.

Agora imagine uma tela bem grande como aquelas telas de cinema, observe que ela está totalmente azul, agora começa a aparecer as imagens do seus sonhos.

Você começa a perceber que ali na tela está a imagem de você já vivendo o seu sonho, o seu desejo, longe de crise, totalmente conectado com toda a grandeza dos seus melhores desejos e suas melhores escolhas.

Visualize isso e inspire profundamente, agora tire uma foto dessa imagem na sua mente.

Exercício de visualização contra crise

Após tirar a foto imaginária, guarde a foto dentro da sua cabeça, do lado esquerdo. Isso!

Imagine agora você acessando a foto dentro da sua cabeça, perceba se ela está lá.

Agora , que você arquivou a foto, inspire e sinta a emoção de estar vendo tudo resolvido. É bom, não é mesmo?! Aumente duas vezes essa emoção, isso!

Aperte suas mãos com bastante força e grite: YES! Consegui. Uau! Vibre, vibre bastante.

Eu te desejo muito sucesso!

Um forte Abraço da Beth.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.