Eliminar O Estresse

Tempo de leitura: 20 minutos

Hoje vou falar com você sobre como você pode cultivar a resiliência e eliminar o estresse.

Mas devo lhe dizer que isso é apenas um ponto a mudar porque o que eu realmente vou falar com você é como você pode tornar-se uma pessoa radicalmente diferente, pensar de forma diferente, ter um modelo diferente de pensar e agir sobre você.

Já pensou antes nessas coisas tipo, por que estou assim? E quando você se tornou uma pessoa assim?

Você não precisa eliminar o estresse, ao se perceber, ele meio que desaparece por si só.

Porque o que eu realmente vou falar com você é como você pode tornar-se uma pessoa radicalmente diferente, pensar de forma diferente, ter um modelo diferente.

A maioria das pessoas relata que há mais estresse em sua vida do que nunca. Eu perguntei a várias de pessoas, “Por que há estresse em sua vida?”

E claro, eles me deram dezenas de respostas. E eu basicamente as organizei em fatores principais.

Eu vou compartilhar isso com você agora.

Os fatores que causam estresse.

 

Financeiro “, não tenho o suficiente. Tenho que pagar uma fatura, eu tenho filhos, tenho todo tipo de coisa, eu quero uma casa maior.

E, caramba, simplesmente não há o suficiente. ”

Então, essa é uma causa de estresse.

 

Relacionamentos – normalmente, com parceiro ou cônjuge, mas pode ser com irmãos, pode ser com filhos, pode ser com colegas, chefes.

Você gostaria que seu relacionamento fosse de uma certa maneira, mas infelizmente é uma droga, não é.

Todos sabemos que as crianças são fontes de alegria, correto?

Eles são enviados para trazer felicidade e satisfação para você em sua vida.

Mas você já reparou que as crianças fazem as coisas mais sombrias e começam cedo?

Eles fazem cocô logo depois que você os troca, eles se apaixonam pelas pessoas inadequadas, abandonam a escola.

Então, filhos são motivos de alegria. Eles trazem a você crescimento e satisfação.

Eles também causam estresse.

 

Negócios e carreira – Se você é um empreendedor, deseja que sua empresa cresça, você quer que as receitas venham, você quer que os clientes fiquem satisfeitos, você quer ser promovido, quer mais responsabilidade, salários maiores.

E isso simplesmente não está indo do jeito que você gostaria que fosse.

Então, haja estresse!

 

Saúde – Você gostaria de poder executar uma maratona, você gostaria de poder correr a maratona em menos de duas horas, o que seria realmente importante, mas você já está pegando o elevador em vez de um pequeno lance de escadas.

E, a propósito, quando digo saúde, não significou apenas sobre você, poderia ser a saúde das pessoas que estão

perto de você também.

 

Material Externo – Política, meio ambiente, mudança climática, bem-estar animal, crime.

Isso é genial. Tenho muito o que fazer e pouco tempo para fazer tudo. E então, existe: “Eu não estou onde quero estar”.

Temos uma imagem em nossa cabeça de onde gostaríamos de estar e não estamos lá.

Na verdade, eu estava conversando com alguém que tinha uma prática de meditação muito robusta e ela ficou chateada porque, com sua prática de meditação, ela pensou que deveria estar calmo e sereno e, você sabe, ela simplesmente não estava lá.

Em outras palavras, ela estava estressada porque não conseguia meditar.

Então, eu disse que ia fazer você pensar de maneira diferente e gostaria que você pensasse considere que se você mencionou algum desses fatores como o motivo pelo qual sentiu estresse, você está errado.

Há uma razão e apenas uma razão pela qual você sente estresse, e é que você tem uma ideia muito rígida disso, é o modo como o universo deveria ser e o universo não está jogando bola com você.

Pense sobre isso.

Isso é importante. Você tem em sua mente uma visão de:

“Eu tenho que ser financeiramente seguro”, qualquer que seja a segurança financeira para você.

“Isso é o quanto eu deveria receber em termos de renda e deveria ser estável, deve ser previsível. É assim que eu quero uma casa grande e aqui está o quanto isso vai me custar, e isso deve estar chegando para mim. ”

E isso simplesmente não está acontecendo. Você quer que seus relacionamentos sejam ao longo de uma determinada linha e seu parceiro tem uma visão diferente.

Então você tem uma ideia  “É assim que minha vida deve ser.” Você tem uma ideia rígida de, “É assim que o universo deve me tratar”, e o universo segue seu caminho alegre e não presta atenção em você.

 

E essa é a única razão pela qual você começa a sentir estresse. Vamos mais longe.

 

Você provavelmente ainda não pensou em sua vida dessa maneira, mas agora eu encorajo você a pensar em sua vida dessa maneira ou pelo menos examine-o.

Toda a sua vida foi uma tentativa de controlar alguma parte do seu ambiente, alguma parte do universo.

Deixe-me repetir isso. Toda a sua vida foi uma tentativa de exercer controle sobre alguns parte do universo. Você é um empreendedor, você realmente quer expandir seus negócios, quer servir um certo número de clientes, você deseja obter determinadas receitas.

Porque você acha que vai se sentir de uma certa maneira e realmente quer se sentir assim.

Você vai para a faculdade, tira boas notas.

Você se junta a uma empresa, uma empresa bem conhecida, sobe e quer se tornar chefe de departamento ou você quer se tornar CEO, porque quando isso acontece, você vai se sentir de uma certa maneira.

Seus amigos, colegas, a sociedade, olharão para você de um certo modo. Isso é bom. Isso é o que eu quero.

É uma tentativa para controlar seu ambiente. Tudo o que você faz é de alguma forma, uma tentativa de controlar seu ambiente.

Sua vida inteira é uma busca sem fim para ter controle. Isso é importante.

 

Entendeu o que estou dizendo? Sim? É isso que você está fazendo a vida inteira, você está tentando ter controle. Bem, tenho algumas novidades para você.

 

Você não tem controle. Além disso, você nunca teve controle.

Espere, fica melhor. Você nunca terá controle.

 

O que você tem é a ilusão de controle. E isso é realmente importante para você para saber, então deixe-me passar algum tempo pensando sobre isso, algum tempo nisso.

 

A ilusão de controle acontece porque em sua vida, você definiu uma meta para si mesmo e disse: “Sabe, aqui está o meu objetivo e se eu fizer todas essas coisas, na verdade vou conseguir meu objetivo “, e adivinhem? Você conseguiu.

 

E você fez isso muitas vezes em sua vida e cada vez que você conseguiu. E então você pensa: “Puxa, Eu realmente posso fazer isso. Eu posso fazer isso. Eu tenho controle. “E não apenas você tem feito, mas você já observou outras pessoas ao seu redor e elas parecem ter feito e

obteve os resultados desejados.

 

Então, tudo isso está combinado para lhe dizer: “Sim, Eu posso fazer isso. Eu tenho controle. “Essa é a ilusão de controle.

 

Na realidade, não temos controle sobre nada, isso é uma ilusão.

 

O que precisamos fazer é ser grato.

 

Seja imensamente grato. Agora, a ilusão de controle vai quebrar na sua vida. Em todas as suas vidas, isso se deteriorará mais cedo ou mais tarde.

 

E se você está firmemente ligado à ilusão de controle, é quando você vai se sentir em pedaços. Agora, eu não estou batendo na ilusão de controle, é uma criação maravilhosa.

 

É isso que faz você se levantar toda manhã e se esforçar e fazer todas as coisas que dão sentido à sua vida e realização.

 

Mas é maravilhoso usar a ilusão de controle, sabendo que essa é a ilusão de controle. Porque quando ele quebra, mais cedo ou mais tarde em sua vida, você não se despedaça,

você simplesmente diz: “Oh, é aqui que a ilusão se desintegra.

 

Como você pode eliminar o estresse e cultivar a resiliência? Bem, eu quero compartilhar alguns conceitos com você. O conceito número um é a conversa mental, que é o interno

monólogo que você está passando na sua cabeça o tempo todo. Começa quando você recebe

de manhã, está com você durante todo o dia, está com você agora, quando você

deveria estar fixo nessa leitura, em vez de estar focado na sua mente.

 

A medida que você ler, tenho certeza que sua mente já foi para outros lugares, quantos lugares você já foi durante essa leitura?

O que eu vou almoçar? Para quem devo ligar?

Certo? A conversa mental sempre esteve com você.

É como um parente indesejável que apareceu em sua casa e você não pode jogar

ele fora.

 

Então, você vive sua vida da melhor maneira possível, apesar de sua conversa mental, do seu estresse.

Você a ignora, suprime, trabalha em torno dela. Grande erro. E a razão de ser um erro é porque você não vive uma vida real,

Você vive uma vida artificial. E essa vida artificial é construída com sua conversa mental. Agora, eu quero que você pense em algo, qualquer situação que lhe interesse agora.

 

Digamos que você foi demitido ou você não tem emprego e você está procurando emprego, sua conversa mental torna um pedido de magnitude ou duas ordens de magnitude piores do que são.

Você perdeu o emprego, “Oh, meu Deus, eu não tenho emprego. O que as pessoas vão dizer?

Eu vou conseguir um emprego? Eu quero ser financeiramente independente.

Vou ter que morar com meus pais. Isso é absolutamente terrível.

Não quero morar com meus pais. “Tudo isso é conversa mental e eu convido você a pensar nisso.

Qualquer que seja sua situação, sua conversa mental sobre essa situação torna uma ordem de magnitude pior.

Então nós temos modelos mentais. E um modelo mental é uma noção que você tem que é assim que o mundo funciona.

Mas não é assim que o mundo funciona, é o seu modelo disso, é o modo como o mundo funciona.

 

E quanto mais você acredita no seu modelo de “É assim que o mundo funciona”, mais evidências você enxerga.

 

Entenda que é assim que o mundo funciona. E muito em breve, você construiu um circulo à sua volta que é tão espesso que você não pode sair dele e

Sua conversa mental, a conversa mental que você entretém, e os modelos mentais que você mantém ditam sua vida.

Todos nós estamos vivendo em uma matriz. Se você viu o filme, a Matrix original, entende que estamos todos vivendo em uma matriz.

A única diferença é, isso não foi construído por uma civilização alienígena para buscá-lo, você o construiu com seus modelos mentais e sua conversa mental.

Agora, vou ilustrar isso com um exercício. Então, eu não quero que você apenas ouça-me, quero que você se coloque em uma situação que vou descrever.

Você está indo para um compromisso importante, você tem um importante compromisso e você está indo para lá. Você está dirigindo.

 

Você está preso em um engarrafamento, não um engarrafamento comum, mas um engarrafamento gigante.

 

É um dia muito, muito quente e o seu ar condicionado estragou. Consegue imaginar?

 

Coloque-se na situação. Indo para um compromisso importante, atrasado, preso em um engarrafamento, dia muito quente, sem ar condicionado.

 

E de repente, alguém ultrapassa na sua frente e quase causa um acidente. Quais são seus sentimentos em relação ao motorista daquele carro?

Seria justo dizer que não é bondade amorosa? Você sabe, a raiva na estrada foi inventada, mas se espalhou pelo mundo.

Então agora vou compartilhar algumas informações com você.

Esse cara que ultrapassou com tanta grosseria recebeu notícias desafiadoras.

Seu filho estava envolvido em um acidente grave, tem que ser operado imediatamente, e por isso ele está tentando desesperadamente chegar ao hospital, e não sabe se verá ou não seu filho vivo novamente.

Então, quando eu compartilho essas informações com você, você pode se sentir fisicamente eliminando a raiva, a frustração se acaba e são substituídas pela compaixão por um companheiro por um ser humano?

Sim. Mas o ponto é que você realmente não sabe se o cara que ultrapassou você foi um idiota imprudente ou um pai perturbado, certo?

 

Então, aqui está o que você vai fazer. Agora que eu levantei a possibilidade, você vai contratar um investigador particular para analisar o assunto e informar de volta para você.

Você ri de mi, mas ,eu estou lhe dando uma perfeita solução prática. E se o investigador particular relatar de volta para você que o cara era um idiota imprudente, você vai ficar muito chateado.

Mas se o investigador particular lhe relatar que o cara era um pai perturbado, você sentirá grande compaixão, mas até que você tenha certeza, você permanecerá neutro, certo?

Não acredito que você contrate um investigador particular para analisar o assunto. Mas se você não fizer algo assim, você nunca saberá se o cara que o interrompeu foi um idiota imprudente ou um pai perturbado.

Porém o ponto mais importante é, isso realmente não importa. Você tem a opção de determinar o que é o domínio emocional que você ocupa e

Você nem sequer reconheça que você teve uma escolha e a exercitou. Mas agora que estou apontando explicitamente para você, você reconhece isso?

Você teve uma escolha e optou por exercê-la e nunca reconheceu que você realmente exerceu a escolha.

O que aconteceu foi por causa da conversa mental que você entretém e dos modelos mentais que mantém.

É assim que essas construções são importantes. Eu irei mais longe.

Toda vez que você tem uma situação em sua vida que você acha desagradável e persiste, não em parte, nem na maioria das vezes, todas as vezes.

Você tem uma situação em sua vida, acha desagradável e persiste, você está usando um ou mais modelos mentais que não estão lhe servindo bem.

 

E quando você começar a fazer mudanças nesses modelos mentais, ficará surpreso como rapidamente a situação se resolverá e haverá diminuído o estresse.

Nós gastamos muito da nossa energia emocional, você reconhece isso.

Você não precisa se preocupar se você vai almoçar hoje, não precisa se preocupar se vai ter um teto sobre sua cabeça ou uma cama para dormir.

Então, quando eu digo isso, você diz “sim, sim” e reconhece que é incrivelmente privilegiado.

O problema é que você não sente que é incrivelmente privilegiado, você sente que é posto em prática.

Torne-se conscientemente, e faça isso de preferência antes de ir para a cama, pense nas muitas coisas em sua vida que são realmente muito boas e

Eu tenho que lhe dizer que se você é uma pessoa do tipo A que vive apenas nas suas crenças, você tem uma tendência a pensar em gratidão, em vez de sentir gratidão.

Você tem que sentir gratidão ao invés de pensar. Então, se você é uma pessoa do tipo A que vive nas suas crenças, então levará algum tempo até você chegar ao ponto em que realmente sinta a gratidão ao invés de pensar a gratidão.

 

Persista até que isso aconteça. E quando você acordar de manhã, não vá imediatamente para o espaço de “Oh meu Deus, há muito o que fazer e eu não tenho tempo suficiente para fazer tudo.

Volte para esse espaço de apreciação, gratidão. E, eventualmente, você quer chegar ao

ponto em que seu domínio emocional padrão é apreciação e gratidão.

 

Agora, deixe-me dar uma versão um pouco avançada do mesmo exercício.

 

Começamos agradecendo pelas muitas coisas boas que temos em nossa vida.

Mas reconheça que tudo o que você agradece pode desaparecer.

Você é grato pela boa saúde, é atropelado por um caminhão, e você é um tetraplégico.

 

Eventualmente, eu gostaria que você estivesse em um lugar onde você não é grato por algo, é apenas grato, ponto final.

 

E é aí que você descobre que sua vida realmente foi transformada.

Todos nós temos o hábito de ver o mundo através de uma outra lente.

 

Você sabe, algumas centenas de anos, Galileu teve problemas por ele

de postulado que talvez o sol não se mova ao redor da terra, a terra é que se move ao redor do sol.

Você está convencido de que Galileu entendeu errado. A terra não se move ao redor do sol, gira em torno de você pessoalmente. Pense sobre isso. Eu não estou realmente brincando.

 

Veja esses exemplos:

Seu cônjuge recebe uma excelente oferta de emprego e você diz: “Nossa,

como isso afetará nosso relacionamento? “Seu chefe deixa o

empresa e você diz: “Caramba, quem será a nova pessoa e qual será o meu relacionamento com essa pessoa? “Ou, possivelmente, “Eu vou ser promovido ou é esse fulano do corredor?”

 

É ou não é verdade que, aconteça o que acontecer, você o traz rapidamente até qual é o impacto em você.

 

Para quem vive em um universo centrado em si próprio, aqui está o que você precisa saber.

Se é aí que você gasta mais do seu tempo, se é onde você mora que fica seu pensamento, você vai morar por uma vida inteira na mediocridade, pontuada por lampejos de prazer, mas essencialmente sem sentido.

É assim que é. A única maneira de você conseguir é se você encontrar uma causa maior do que você, uma causa que traz um bem maior a uma comunidade maior, e você tem uma tremenda flexibilidade na definição do bem maior e da comunidade maior.

Mas, a menos que você encontre algo maior do que você, que traga um bem maior a uma comunidade maior e na busca pela qual você pode incluir sua identidade, você não viverá uma existência perfeita.

 

Temos o hábito infeliz de colar etiquetas nas coisas. Qualquer evento que aconteça, na nossa cabeça, decidimos imediatamente: isso é bom ou ruim.

Faz uma tremenda quantidade de danos para nós. Deixe-me te contar uma história.

Havia um homem e seu filho e eles moravam em um belo vale e eles eram pobres. Eles estavam muito felizes, porém, mas eram muito pobres.

E o homem ficou doente e cansado de ser pobre, ele decidiu que estava indo ficar rico. E a maneira como ele ia ficar rico era criando cavalos.

Então, ele comprou um cavalo. Não tinha dinheiro para comprar o cavalo, mas pegou

emprestado dos vizinhos. E na mesma noite em que ele pegou o cavalo, simplesmente o cavalo fugiu.

E os vizinhos apareceram na manhã seguinte falando: “Você pensou que estava indo

se tornar um homem rico, mas seu cavalo fugiu e você ainda nos deve dinheiro. Você está ferrado. “E ele encolheu os ombros e disse:

“Coisa boa, coisa ruim. Quem sabe?

Logo mais o cavalo reaparece trazendo um grupo de cavalos selvagens com ele.

Então agora ele tinha o cavalo de volta mais uma dúzia de cavalos selvagens, o que pelos padrões daquela vila, fez dele um homem rico.

E os vizinhos apareceram dizendo:

“Pensávamos que você estava desamparado, mas a sorte lhe sorriu.

Como você é afortunado. “E o homem apenas encolheu os ombros

e disse: “Coisa boa, coisa ruim. Quem sabe?” O homem e seu filho decidiram amansar os cavalos para poder vendê-los no mercado.

Um dos cavalos jogou o filho do homem no chão e quebrou-lhe a perna.

Os vizinhos chegaram: “Ele era um jovem tão bom, mas agora ele nunca será capaz de encontrar uma garota para casar com ele. Que terrível!”

E o homem encolheu os ombros e disse: “Coisa boa, coisa ruim. Quem sabe?”

O rei declarou guerra a um país vizinho e declarou que todos os jovens deveriam ir pra guerra defender o seu país.

Na vila foram reunidos todos os jovens capazes, mas pouparam o filho desse homem porque ele tinha uma perna torta.

Os vizinhos tinham lágrimas nos olhos e eles vieram e disseram: “Oh, não sabemos se alguma vez veremos nossos filhos vivos novamente, mas você ainda tem seu filho,

que sorte você tem “, e ele encolheu os ombros e disse:” Ainda bem,

coisa boa ou coisa ruim. Quem sabe? “E continua assim para sempre.

Moral da História

E há uma lição nisso. Você pode pensar em qualquer coisa que aconteceu

em sua vida, no momento em que aconteceu, você pensou: “Isso é terrível”, mas pode ser que depois perceba que que não foi tão ruim assim, pois na verdade foi aquele acontecido que abriu nova porta na sua vida.

 

Portanto, aprendamos a apenas observar e agradecer para não ter que ficar o tempo todo buscando nos justificar, nos arrepender.

A grande lição é aprenda com os acontecimentos e seja grato por tudo. Respire lenta e profundamente todos os dias e mantenha o hábito de observar a vida!

 

Assim o estresse vai dá um jeitinho de se afastar definitivamente de você.

 

 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.