Inteligência Emocional

Tempo de leitura: 10 minutos

Vamos falar sobre Inteligência Emocional e habilidades para o autoconhecimento e eu gostaria na verdade hoje, nesse exato momento te  falar sobre uma matéria muito importante,

Eu diria que é a matéria mais importante da nossas vidas e a maioria das pessoas não sabem como tirar boas notas nessa matéria, nós somos pessoas condicionadas desde infância a ter disciplina nas matérias na escola, estudar com afinco, tirar boas notas.

Mas nessa matéria que eu vou falar com você aqui são poucas as pessoas que tiram boas notas e como o título aí desta Live é inteligência humana, Inteligência Emocional falando do ser humano, das pessoas.

 Eu estou realmente querendo puxar você para pensar, para entender essa disciplina, para que você comece a raciocinar a partir de agora Como anda a sua inteligência emocional, como anda o seu equilíbrio para gerir as suas emoções.

Ontem eu fiz uma palestra e o tema foi exatamente esse, tiveram presente várias pessoas e Foi incrível!

Então a gente falou sobre vários aspectos de nossas vidas, sobre o controle que nós temos do nosso lado externo, do nosso lado material, mas quantos de nós não sabemos gerir as nossas ações.

É a disciplina que a maioria das pessoas tiram as piores notas ou eu diria até tiram zero.

É na disciplina do autoconhecimento.

Isso é algo muito forte, profundo, portanto a cada dia nos surpreendemos com porque quando nós experimentamos coisas novas, por exemplo quando você é afrontado com algo que você ainda não havia sido antes,

Então você se perde, porque não sabe como agir e aí acaba entendendo como anda as suas emoções.

Se você já está preparado para digerir afrontas, grosserias, pode até estar vivenciando uma escola que todos nós vivenciamos diariamente e essa escola é  o trânsito.

Eu não sei onde você está agora, onde  você mora, mas aqui onde eu moro na minha cidade o trânsito é uma verdadeira ou melhor  é um verdadeiro laboratório para saber como anda o seu equilíbrio emocional.

Porque o tempo todo você é xingado. Sempre está sendo fechado em uma avenida ou numa rua, o tempo todo você é testado para saber como anda sua paciência.

E a gente percebe o quão desequilibrado andam as pessoas porque um que fecha não tem a noção do erro que cometeu e enfrenta aquela pessoa que se sente ofendido como se ele tivesse a razão e o que foi ofendido que foi fechado no trânsito por sua vez entra em uma zona de desequilíbrio total.

 E aí nós começamos a perceber que aquilo vai gerando ondas de violência, ondas de maus tratos, isso vai aumentando a energia do problema, nós precisamos imediatamente começar a perceber o que nós estamos fazendo, como nós estamos fazendo as coisas, como nós estamos nos comportando.

Como Você Aceita as Mudanças

Como nós estamos aceitando as mudanças, como estamos aceitando as pessoas e acontece que as pessoas estão mais preocupadas em tirar uma cópia com acontecimento do que auxiliar a evitar uma tragédia.

 No trânsito muita das vezes alguém está em desequilíbrio e muitas pessoas observam para ver até onde aquele desequilíbrio vai .

Essas pessoas que assistem talvez sejam eles os primeiros a fotografar filmar e publicar uma desgraça o mais rápido possível. Há que ponto nós chegamos! Até que ponto a humanidade se encontra de querer ser o primeiro a divulgar coisas desastrosas, confusões e brigas fortes.

Será que essas pessoas, as que estão envolvidas no problema, mas não só elas também as outras que estão ali ao redor vivenciando,

Presenciando e esperando o momento de gravar e fotografar e sei lá de publicar essas desgraças também não estão em desequilíbrio?

 

Onde nós estamos, estamos mais equilibrados ou menos equilibrados quando entramos na nossa casa e não prestamos atenção na nossa família ou agredimos quando nós achamos que somos os reis dentro de casa,

Como Estamos Tratando Nossos Filhos?

Colocando nossos filhos a mercê, colocando nossos filhos debaixo dos nossos pés, “ porque eu mando e eles obedecem” da forma que é colocada estaríamos utilizando a inteligência emocional?

Eu acho que chegou o momento da gente começar a entender a nós mesmos e como que faz isso? Como que a gente consegue isso, por quê sozinho testando fazendo coisas erradas e depois tirando a prova daquilo que nós estamos fazendo seria a forma correta?

Sempre Precisaremos de Ajuda Para Chegarmos o Autoconhecimento

Talvez nós precisamos de ajuda e tivesse um caminho que nos levasse para dentro de nós mesmos, onde nós pudéssemos nos conhecer melhor?

A boa notícia é que existe essa possibilidade, existe esse caminho, existe as formas que te levam para dentro de você mesmo para que você se auto conheça, para que você se auto avalie e para que você se organize.

Esse caminho vai elevar os seus pontos positivos para um patamar maior, você se torna talvez excelente e também você vai conhecer os seus pontos não tão positivos, mas você pode trabalhar para que eles se tornem positivos ou que eles não venham a impedir que os seus pontos positivos continuem crescendo cada vez mais.

Isso é possível porque nós temos as ferramentas adequadas para fazer essa avaliação Para  você se autoconhecer e é maravilhoso poder fazer isso, é sensacional poder fazer isso.

 O dia que eu pude me ver, me avaliar de uma forma nunca vista antes, foi incrível, foi maravilhoso perceber que as ferramentas citadas para o auto conhecimento,

Nos dar eu diria um raio-x das nossas emoções dos nossos equilíbrios das nossas habilidades das nossas competências e saber onde eu estou mais alinhada, onde eu estou menos alinhada, onde eu preciso crescer, melhorar,

Onde eu preciso diminuir a força para poder entrar no equilíbrio e me conhecer.

Se auto conhecer é na verdade a disciplina mais importante das nossas vidas, não adianta nós acumularmos milhões de diplomas, certificações, ler todos os livros referente a nossa área,nosso campo de trabalho, de atuação.

Nos tornarmos PHD naquilo que nós nos comprometemos como professor, cientista, administrador,etc. e nos esquecer de tirar pelo menos uma nota média na disciplina da nossa vida.

Quantas pessoas a gente conhece que tem fortunas e tem habilidades incríveis,que fazem maior sucesso, que quem tá de fora diria: sim nossa queria ser essa pessoa.

Mas por dentro essa pessoa é um verdadeiro fazedor ela não se conhece, ela não é capaz de entender, ela não é capaz de gostar de nada nela mesmo e quando as pessoas amanhecem vestindo uma carcaça externa,

Fantasiando-se  de algo para mostrar para as pessoas no ambiente de trabalho,

Na sociedade que ela é incrível, mas que com olhar clínico você consegue observar que é como se fosse uma caixa lindíssima, embrulhada no papel perfeito com laço extraordinário,

Mas que o interior está completamente desprovido de beleza.

Um vazio só, e às vezes as pessoas sofrem dores, desilusões tenebrosa e quando menos nos damos conta ouvimos as notícias: pulou do prédio, da ponte, overdose, deu um tiro na cabeça.

Você acredita que uma pessoa 100% feliz com ela mesma se suicida? Ela tem inteligência emocional?

Por que que acontece isso?! Você acredita realmente que uma pessoa está 100% perfeita, organizada com suas emoções, sabendo quem é  ela? 

Está se amando, se adorando, feliz e assim dentro de um segundo ela resolve pular da janela do décimo segundo andar?

Quantas vidas poderiam ser salvas se as pessoas tivesse alguém para auxiliá-las a se autoconhecer, a perceber quais são os valores que essa pessoa defende o que é importante para essa pessoa de verdade.

É um caminho de volta para o “Eu” e não externo não é buscando coisas lá fora,  Spencer Johnson já falava no seu livro: O presente precioso. Estamos buscando lá fora  o que está aqui dentro.

É complicado porque para isso a gente precisa ter habilidades.

Habilidades para nos encontrar, habilidades para nos conhecer, habilidade para nos perdoar, habilidades para ressignificar o que não é legal em nós,

Entender que nós cometemos erros, fazemos coisas que não aceitamos, mas é a possibilidade de ressignificar.

Acontece que a maioria não sabe como fazer isso, não tem noção e por não ter noção de como faz isso vai caminhando, buscando coisas lá fora, buscando no externo o que deveria buscar no interno e assim cada vez mais perdendo, cada vez mais caminhando para o abismo.

O Abismo desse conhecimento de si próprio, o vazio da dor, da falta de autoconhecimento.

Quero na verdade conversar isso com você porque eu vi que fez muito sentido mesmo não sendo exatamente isso que eu falei na palestra de ontem, não com  essas palavras, nem dessa mesma forma, mas a essência é a mesma.

As pessoas estão sentindo a necessidade de se autoconhecer, de se auto melhorar, hoje eu ajudo pessoas a melhorar suas vidas através do autoconhecimento, através do autodesenvolvimento,

Então eu ajudo pessoas a ver o que elas tem de bom e a se  perdoar por aquilo que sofre por ter feito ou não ter feito até então.

Eu atendo também através da internet como você tá me vendo aqui né não tão legal assim, mas é lógico que em uma forma melhor a gente usa outras ferramentas e faz as sessões on line.

Onde eu vejo você, ouço você,  você me ver e me ouve, eu te ajudo através de testes ferramentas.

Para você eliminar os seus medos, as suas raivas,  os seus rancores, ajudo a você tomar uma decisão na sua vida, sair do ponto zero que você está e ir para o ponto onde você deseja chegar que é o seu objetivo principal.

Aqui abaixo eu vou deixar os meus contatos e se você quiser conversar comigo se você achou interessante, se quiser deixar aí também algumas perguntas ou alguns comentários, fique bem à vontade, pois ficarei muito feliz de poder te ajudar.

Essa Live é pequenininha eu vou parar por aqui, mas logo nós teremos mais.

Se for possível deixa aqui abaixo um assunto que você gostaria de ouvir dentro  desse contexto de desenvolvimento pessoal e autoconhecimento.

Grande abraço e até a próxima Live!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.